Orientação Profissional

 O momento da escolha de uma profissão, muitas vezes, é vivenciado permeado de dúvidas e ansiedade. A cautela com a seleção se dá por se tratar de uma decisão que pode implicar o andamento de toda uma vida, fazendo-se necessários responsabilidade e compromisso. O trabalho, por sua vez, assume uma crescente importância e centralidade na vida dos sujeitos, motivo que ressalta a essencialidade de um processo de Orientação Profissional (OP).

   A OP vem trabalhar com todas as questões que envolvem o processo de escolha da profissão. Levando em consideração que, a dúvida e a indecisão fazem parte do desenvolvimento normal dos indivíduos, e que o papel do orientador profissional é o de servir como instrumento para este desenvolvimento. Desse modo, a OP objetiva facilitar o processo de escolha através do conhecimento de si mesmo e das profissões, onde as dificuldades individuais podem ser formuladas e trabalhadas, e o jovem pode descobrir qual caminho deseja, verdadeiramente, seguir.

   O processo de Orientação Profissional costuma ter durabilidade entre 08 e 12 sessões, nas quais será trabalhado o autoconhecimento, as informações acerca do mundo das profissões e a escolha propriamente dita. Diferente da psicoterapia, a OP atua com atividades e demais recursos específicos que dinamizam o percurso do orientando e facilitam o alcance dos objetivos que a guiam.

Manuella Bayma - Psicóloga Infantil e da Adolescencia em Fortaleza